Cipó-de-são-joão [Pyrostegia venusta (Ker Gawl.) Miers]

by 05:57:00 0 comentários

Estamos na época da florada vistosa do cipó-de-são-joão, assim chamado por coincidir sua floração com os festejos juninos por todo o Brasil. A espécie também é conhecida como cipó-bela-flor, cipó-pé-de-lagartixa, cipó-de-lagarto, flor-de-são-joão e marquesa-de-belas. Floresce entre os meses de julho a setembro, com pequenas variações regionais, sendo a florada intensa e muito ornamental.

Descrição botânica: Planta da família Bignoniaceae, trepadeira vigorosa e com densa ramagem. As folhas são compostas, com dois ou três folíolos, opostas, de coloração verde escuro. No centro das folhas, apresenta gavinhas para fixação. Cada inflorescência é composta por 15 a 20 flores, alongadas, com até 7cm de comprimento e coloração alaranjada. Os frutos são do tipo baga, alongados, com 25 a 30 cm de comprimento. 

Onde ocorre: Planta nativa da flora do Brasil, sendo encontrada facilmente em todo o País e em boa parte da zona tropical da América do Sul. Na Mata Atlântica a planta é facilmente identificada na época de floração, pelo alaranjado vistoso disperso sobre as copas das grandes árvores.

Usos: A planta é muito ornamental com florada exuberante. É cultivada em jardins sobre caramanchões, pergolados ou em cercas-vivas sobre muros e telados. Os ramos flexíveis podem ser utilizados na confecção de cestaria e artesanato regional. A planta também possui propriedades medicinais.
Cipó-de-são-joão utilizado como cerca viva. Viveiro Pau Brasilia, Brasilia-DF.
Aspectos agronômicos: Apresenta adaptação aos diferentes climas e solos do Brasil, sendo considerada, inclusive como invasoras em algumas áreas agrícolas. A propagação pode ser feita com facilidade por meio de estacas de ramos ou por sementes. O cultivo deve ser feito em condições de pleno sol, em solo fértil e com regas regulares. Necessita tutoramento e condução.

Dica: É uma opção para o cultivo e florescimento durante o inverno, ou seca no caso do Cerrado, quando outras plantas quase não florescem. Sua florada abundante e vistosa, é atrativa para insetos polinizadores e beija-flores. 


Referências

BERETA, M.E.; RITTER, M.R.; BRACK, P. Pyrostegia venusta (Cipó-de-São-João). In: CORADIN, L.; SIMINSKI, A.; REIS, A. Espécies nativas da flora brasileira de valor econômico atual ou potencial: plantas para o futuro - Região Sul. Brasília: MMA, 2011. (Link).

Pyrostegia in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <Link>. Acesso em: 24 Ago. 2016.

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog foi criado com o objetivo de informar e entreter. Apresentar uma espécie vegetal seus usos, potencialidades e curiosidades, com informações mais detalhadas, para que as pessoas conheçam e contemplem a beleza de cada espécie.O conteúdo é destinado a toda comunidade e serão muito bem vindas, todas as colaborações daqueles que estejam dispostos a dividir seu conhecimento com quem tem sede de aprender sempre.