Açafrão-da-terra (Curcuma longa L.)

by 2/11/2018 08:26:00 PM 0 comentários
 Entre minhas viagens, recentemente tive a oportunidade de conhecer a propriedade do seu Cícero Moreira dos Santos, em Morretes-PR, que cultiva açafrão e gengibre orgânicos. O município de Morretes, situado em uma paisagem deslumbrante aos pés do Pico do Marumbi, no litoral do Paraná, é o maior produtor nacional de Zigiberaceas, incluindo o açafrão-da terra. Então vamos conhecer um pouco desta planta da vez e das andanças pelo litoral do meu amado Paraná. 


O Pico do Marumbi e a bela Morretes, no litoral do Paraná.
Descrição botânica: Pertence à família botânica Zingiberaceae, planta herbácea, anual, aromática, de folhas grandes, largas e lanceoladas. Flores amareladas, pequenas e dispostas em pequenas espigas alongadas. Os rizomas (raízes) são elípticos e formados por dezenas de pequenas raízes agrupadas, cada raiz mede, em média, 10 cm de comprimento, tem coloração amarelo forte ou alaranjada. De aroma acentuado, sabor forte e levemente picante.
Cultivo orgânico de açafrão-da-terra.
Onde ocorre: O açafrão-da-terra é nativo da Índia e acredita-se, tenha sido trazido para o Brasil por imigrantes orientais. Além de Morretes, o município de Mara Rosa/GO é outro grande produtor da planta aqui no Brasil e o primeiro a obter a indicação geográfica (IG), concedida à produtos característicos de seu local de origem.

Usos: O uso principal é como condimento e corante alimentício. Os rizomas secos são moídos e transformados em pó para o uso culinário, mas também podem ser utilizados para a extração de óleos essenciais, empregados como corantes naturais ricos em curcumina. Aliás, estudos apontam que a curcumina também possui ação medicinal, como antibacteriana, anti-inflamatória, estomáquica, estimulante, carminativa, expectorante e anti-helmíntica. Na agricultura o açafrão tem sido utilizado no controle biológico de pragas. O açafrão-da-terra é marca registrada das culinárias goiana e mineira e se você ainda não experimentou a galinha caipira com açafrão-da-terra, não sabe o que está perdendo!
Essa é a minha versão de arroz carreteiro com açafrão-da-terra. Servidos?
Aspéctos agronômicos: O açafrão é relativamente fácil de cultivar. Para produzir mudas é possível utilizar uma raiz daquelas que se compra na feira ou nos mercados, pode ser cultivado em vasos, de bom tamanho, mas é mais produtivo em canteiro, no chão. Escolha sempre rizomas grandes e sadios e plante-os “deitados”, a mais ou menos 4 cm de profundidade. Rizomas plantados com pequenos brotos aparentes, crescem mais rapidamente. A planta pode ser cultivada a pleno sol ou meia sombra, em solo leve e bem drenado, com regas regulares, mas sem encharcar demais o solo.

Atravessando a ponte pênsil sobre o Rio Nhundiaquara, em Morretes: tudo por uma boa matéria!

Bibliografia recomendada

CECILIO-FILHO, A.B. et al. Cúrcuma: planta medicinal, condimentar e de outros usos potenciais. Ciência Rural, 171-177, 2000.
LORENZI, H.; MATOS, F.J.A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas. Editora Plantarum. 2002.

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog foi criado com o objetivo de informar e entreter. Apresentar uma espécie vegetal seus usos, potencialidades e curiosidades, com informações mais detalhadas, para que as pessoas conheçam e contemplem a beleza de cada espécie.O conteúdo é destinado a toda comunidade e serão muito bem vindas, todas as colaborações daqueles que estejam dispostos a dividir seu conhecimento com quem tem sede de aprender sempre.