Umbu (Spondias tuberosa Arruda)

by 03:43:00 0 comentários


Esta postagem é especial para agradecer todas as pessoas queridas que sempre passam pela nossa vida todos os dias. Imagine um final de semana de muito trabalho e de repente alguém bate à sua porta lhe trazendo um presente. Foi num dia desses que ganhei da minha querida vizinha Bárbara, um prato cheio de umbus madurinhos e suculentos. Para muito além da política de boa vizinhança, gestos como esse tem o poder de mudar a nossa percepção sobre as pessoas e o lugar onde vivemos. 

Então a nossa planta da vez é o umbu, considerado como “o fruto sagrado do sertão”. O umbuzeiro é planta típica e simbólica do nordeste brasileiro, como conta em versos o poeta Marialvo Barreto:

Umbuzeiro. Foto: Fernanda Muniz Bez Birolo (Embrapa Semiárido).


Se você ainda não sabe
Vou lhe dizer o que é
O umbuzeiro é uma planta 
Que na caatinga tem pé
Resistente à toda seca
Sagrado pra quem tem fé

É um símbolo do Nordeste
Onde o sol é de rachar
No tabuleiro e na serra
Em todo lugar está
Só existe no sertão
Porque este é seu lugar (...)


Onde ocorre: O umbu é uma planta nativa do Brasil de ocorrência natural nos biomas Caatinga e Cerrado. O umbuzeiro é planta exclusiva do Brasil, ou seja, é endêmica do País.

Descrição da planta: O umbuzeiro pertence à família Anacardiaceae (a mesma o cajueiro), árvore com 4 a 6m de altura e copa com diâmetro de até 15m; o caule é ramificado, com casca áspera e de cor variando entre cinza-claro a escuro conforme a idade da planta; as folhas são pecioladas, alternadas, imparipinadas e de formato oblongo ou ovalado; as flores são pequenas, numerosas e dispostas em panículas no final dos ramos; os frutos são globosos, com 2 a 5cm de comprimento, coloração inicialmente verde evoluindo para amarelo-esverdeada conforme avança a maturação; a polpa é suculenta.

Frutos colhidos um pouco antes da maturação, ou "de vez", e comercializados em feiras-livres regionais.

Usos: Os frutos são ricos em vitamina C e sais minerais. O umbu é um alimento importante tanto para o homem quanto para os animais nas comunidades rurais do semiárido, sobretudo em anos de seca. Pode ser consumido in natura ou processado na forma de polpa, suco, doce, umbuzada, licor, xarope, pasta concentrada, umbuzeitona ou fruto cristalizado.

Os frutos possuem aroma suave, porém o sabor é um pouco ácido. Algumas plantas produzem frutos muito ácidos, por isso é importante, especialmente para quem vai experimentar umbu pela primeira vez, selecionar frutos bem maduros e de polpa mais doce.

Frutos maduros, doces e suculentos, presente da minha querida vizinha Bárbara França. 

Aspectos agronômicos: O umbuzeiro pode ser propagado por meio de sementes ou, para a obtenção de mudas de qualidade, por enxertia. A espécie tem grande capacidade de resistência à seca e pode ser cultivada em plantios puros, mistos ou como elemento na recuperação e recomposição de áreas degradadas.

São poucos os cultivos comerciais de umbuzeiro, a maior parte do umbu comercializado no Brasil é coletada de forma extrativista, o que não diminui a importância deste fruto, que durante o período de safra é uma importante fonte de renda e alimento aos sertanejos no semiárido nordestino.

Já existem diversas pesquisas realizadas pela Embrapa com a finalidade de selecionar plantas mais produtivas, frutos maiores e mais doces visando o cultivo em escala comercial. Mais informações sobre cultivo e aproveitamento do umbu também podem ser obtidas na cartilha da Embrapa “Umbuzeiro: valorize o é seu” (Link).


Referências

Anacardiaceae in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <Link>. Acesso em: 19 Dez. 2016 .

Embrapa. O umbu e outras fruteiras nativas são boas opções para a agricultura familiar. 2016. Disponível em Link.

Marialvo Barreto. Se o umbuzeiro falasse. Disponível em: Link.

0 comentários:

Postar um comentário

Este blog foi criado com o objetivo de informar e entreter. Apresentar uma espécie vegetal seus usos, potencialidades e curiosidades, com informações mais detalhadas, para que as pessoas conheçam e contemplem a beleza de cada espécie.O conteúdo é destinado a toda comunidade e serão muito bem vindas, todas as colaborações daqueles que estejam dispostos a dividir seu conhecimento com quem tem sede de aprender sempre.